Em um ano de crise política e econômica, o setor da construção civil também sentiu os efeitos e seu PIB (produto interno bruto) deve encolher cerca de 3% em 2016. A expectativa dos economistas para 2017 é de um alívio no mercado. Espera-se que o setor retome aos poucos a atividade.

Uma das notícias que mais movimentou o mercado em 2016 foi um pacote anunciado pelo governo para incentivar reformas e construções. Confira a seguir seis notícias que marcaram o setor da construção civil neste ano:

Cartão Reforma

Em outubro, o governo federal lançou uma série de medidas para tentar recuperar o ritmo da economia. Uma delas é o Cartão Reforma, uma linha de crédito de até R$ 5 mil com a finalidade de realizar reformas e ampliação em residências.

O objetivo da medida é incentivar o setor da construção civil. O governo estima que o crédito vai ajudar mais de 100 mil famílias a melhorarem suas condições de moradia.

Cratera gigante no Japão

O mundo ficou perplexo neste ano ao ver uma enorme cratera se abrir uma uma avenida no Japão. O buraco de 15 metros foi causado por obras no metrô, engoliu o asfalto e gerou danos nos edifícios próximos.

Está gostando deste artigo?

Assine nossa newsletter e receba conteúdos como esse direto no seu e-mail

Mais espantoso ainda foi ver o buraco ser consertado em apenas sete dias. Em apenas uma semana, a via foi liberada e o trânsito voltou ao normal na região. A notícia viralizou nas redes sociais em todo o mundo. Assista a um dos vídeos em timelapse mais compartilhados:

Produtividade em cheque

O Fórum Econômico Mundial divulgou neste ano um relatório que indica que a produtividade no setor da construção civil tem melhorado muito mais lentamente do que em outros setores nos últimos 50 anos.

O relatório aponta ainda que a indústria precisa agir rapidamente para se atualizar com as novas tecnologias . Investir para melhorar a produtividade e, com isso, conseguir reduzir os custos em apenas 1% ao ano já geraria uma economia de US$ 100 bilhões ao setor.

O avanço das startups

2016 foi o ano em que as startups movimentaram o setor da construção civil, chamando atenção de grandes players e investidores. Diversas empresas da área conseguiram estão conseguindo investimentos, como a PlanGrid e Construct, e se destacando com inovações que melhoram a produtividade e a comunicação no setor.

As tendências tecnológicas

Um estudo da CB Insights reforçou a tese de que o setor da construção civil ainda é pouco digital e tem muito espaço para inovação. Empresas que ofereçam serviços para democratizar o setor, melhorando a produtividade, e investindo em tecnologias móveis são as que devem crescer nos próximos anos, segundo o estudo.

Perspectiva de crescimento

Segundo o Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo (Sinduscon-SP), 2017 deve ser um ano mais positivo para o setor. A estimativa é de crescimento de 0,5% para o Produto Interno Bruto (PIB) da construção civil nacional no próximo ano.

Priscila Zuini

Priscila Zuini 

Jornalista formada pela Cásper Líbero, especialista em startups e empreendedorismo.