A baixa produtividade é um dos principais problemas do setor da Construção Civil no Brasil, segundo um estudo feito pela Consultoria EY.

Melhorar a produtividade no canteiro de obras vai além de reduzir o tempo de entrega dos projetos. Mais do que serem finalizadas mais rápido, as obras passam a ter custos menores, o que resulta em mais competitividade para os empreiteiros.

Ainda de acordo com o levantamento da EY, feito em parceria com a Universidade de São Paulo (USP), existem processos considerados “alavancas da produtividade”. São mudanças capazes de melhorar o dia a dia no canteiro de obras, garantindo mais agilidade e competitividade no setor.

Leia mais: Como organizar equipes de trabalho no canteiro de obras

Confira a seguir as dicas para começar 2017 com a produtividade ainda melhor:

Está gostando deste artigo?

Assine nossa newsletter e receba conteúdos como esse direto no seu e-mail

Gestão de informação e planejamento

A primeira alavanca de produtividade proposta no estudo fala sobre o planejamento da execução de empreendimentos. Nesse ponto, a gestão de informações é indispensável para o bom andamento de projetos. Ter processos estruturados que se atualizam conforme o andamento da obra e usar softwares e aplicativos de comunicação são sugestões para melhorar a gestão de informação.

Para colocar isso tudo em prática, o aplicativo Construct é ideal. A ferramenta colaborativa possui armazenamento em nuvem e permite acompanhar obras em tempo real, enviar e visualizar fotos, planta digital do projeto e anotações, entre outras interações. Solicite uma demonstração gratuita.

Qualificação de mão de obra

A falta de qualificação na mão de obra é apontada como um dos principais gargalos para a produtividade do setor. Melhorar o nível de capacitação dos trabalhadores com treinamentos e motivação é uma ação urgente para as empresas de construção civil.

A consultoria sugere ainda ações para aprimorar o recrutamento e também um plano de retenção para os talentos da empresa.

Materiais e equipamentos em prol da produtividade

Outro aspecto que impacta diretamente na produtividade é a escolha de materiais e equipamentos. Concreto autocurativo e cimento magnesiano são apenas dois exemplos de novos materiais mais eficientes do que os usados atualmente. A aplicação de métodos construtivos também pode trazer eficiência, como vigas pré-moldadas, alvenaria estrutural e estruturas metálicas.

Em relação aos equipamentos, a modernização, com uso de elevadores mais rápidos e gruas flexíveis, ajudar a alcançar um novo nível em competitividade. Além disso, melhorar a taxa de utilização dos equipamentos também faz parte deste processo, resultando em mais produtividade.

Priscila Zuini

Priscila Zuini 

Jornalista formada pela Cásper Líbero, especialista em startups e empreendedorismo.