Produtividade na construção civil é um dos tópicos que mais preocupam as empresas. O mercado brasileiro é conhecido pelos baixos índices de produtividade, o que reflete em custos mais altos e projetos cada vez mais longos.

Melhorar esses índices significa também ter uma eficiência maior nas empresas construtoras. Para isso, é preciso identificar os problemas que levam à baixa produtividade e tomar medidas para melhorar.

Existem alguns fatores que influenciam diretamente este aspecto como planejamento, mão de obra, materiais e equipamentos. A prioridade dos gestores deve ser sempre pensar nesses quesitos e buscar as alternativas que tragam mais eficiência, com menor custo e em menos tempo.

Como medir a produtividade na construção

Antes de melhorar a produtividade, é preciso avaliar como estão as coisas na empresa. Existem algumas metodologias que permitem verificar o quão produtiva a obra está e onde existem gargalos que podem ser aprimorados.

Leia também: 5 problemas de fácil resolução que afetam a produtividade na obra

Está gostando deste artigo?

Assine nossa newsletter e receba conteúdos como esse direto no seu e-mail

Tempo de produção

O primeiro passo é avaliar a capacidade de produção da mão de obra, chegando a uma relação entre trabalho-homem-hora. Ou seja, quanto trabalho é produzido por quantas pessoas e em quanto tempo.

Tempo é, inclusive, um dos principais indicadores da produtividade. Mão de obra, materiais e equipamentos em atraso impactam no tempo da obra, que é outro aspecto extremamente importante.

Atrasos são um sinal claro de problemas de produtividade. Sempre que um projeto estiver em atraso, faça uma investigação dos motivos para entender como sanar o problema.

Equipamentos e fatores externos

Avalie também quanto tempo os materiais e equipamentos levam para chegar ao local de trabalho e, em média, quanto tempo ficam em uso. O transporte e o tipo de material e equipamento podem influenciar no resultado final.

Por fim, é preciso levar em consideração também fatores externos que possam surgir ao longo do projeto, como mudanças climáticas. Com todos esses dados, é possível identificar os pontos fracos da empresa e planejar ações que melhorem a produtividade, trazendo mais eficiência e melhores resultados.

Gráficos e ferramentas

Uma maneira interessante de acompanhar visualmente os níveis de produtividade da sua empresa é com o monitoramento através de gráficos e planilhas. Invista em uma rotina diária onde as atividades dentro e fora do canteiro de obras, em níveis macro e micro, são rastreadas e quantificadas diariamente. Assim, fica mais fácil identificar os pontos de melhoria e em quais setores os níveis de produtividade não estão satisfatórios.

Duas ferramentas podem ajudar nessa tarefa: o Relatório Diário de Obras (RDO), que já faz parte da rotina dos gestores de obras na construção civil, e o Construct App, onde é possível monitorar as atividades da equipe, acompanhar tarefas realizadas, e fazer a gestão de trabalhos não planejados sem afetar a produtividade do time.

Veja como o Construct funciona neste link.

eBook: Tudo Sobre Relatório Diário de Obras (RDO)