O que a sua empresa faz para fortalecer a marca, conquistar clientes e vender mais? Conheça seis estratégias de marketing na construção civil que vão alavancar seu negócio, e veja como algumas empresas as utilizam. São ações simples, de baixo custo e alto impacto, que você pode implantar na sua empresa hoje.

1. Crie um site (é mais fácil do que você imagina)

Quando você está em busca de algum produto ou serviço, como faz para descobrir onde encontrá-lo? Você procura no Google? Agora imagine um cliente em busca de serviços na construção civil. A sua empresa aparecerá nos resultados da busca? Se a sua empresa não existe na internet é como se não existisse na vida real. Por isso, o primeiro passo para desenvolver uma estratégia de marketing na construção civil é criar um site. E nada de extravagâncias aqui. É bem mais simples do que você imagina.

Entre o registro do domínio, a hospedagem do site e o template, ou seja, a “cara” do site, você terá investido menos de R$ 20 por mês. Plataformas como WordPress, por exemplo, disponibilizam templates gratuitos para domínios personalizados. São necessários poucos cliques para lançar sua empresa ao mundo e o custo é mínino se comparado à possibilidade de retorno para o seu negócio.

Empresas como a Thriade Empreiteira, a Progredior e a Construtora Épura são bons exemplos. As três têm sites simples e bem resolvidos, que contam um pouco da história da empresa e os serviços que oferecem. O nome, endereço e telefone da empresa com DDD são informações fundamentais e devem aparecer como texto no site (e não imagem), para serem corretamente reconhecidos pelos robozinhos do Google. Esse detalhe também faz com que seu site seja indexado para buscas locais. O e-mail ou formulário para contato também devem estar bem visíveis — e as respostas aos clientes precisam ser rápidas, claro. Uma novidade pode ser incluir o contato via Whatsapp e até a opção de agendamento on-line.

Para alcançar boas posições na busca do Google, otimize seu site com palavras-chave relacionadas à área de atuação da empresa. Invista um pouco de tempo para escrever o título (title tag) de seu site, bem como a descrição (meta description), que são as primeiras informações que seu cliente verá. Quanto mais detalhado, melhor. Veja a imagem (imagem da CTD Incorporadora e como ela fez bem a descrição para aparecer no Google)

Está gostando deste artigo?

Assine nossa newsletter e receba conteúdos como esse direto no seu e-mail

Muito bem, com o site em mãos, você já pode pensar no próximo passo.

2. Crie e mantenha em dia uma página nas redes sociais

As redes sociais são importantes para gerar tráfego para o seu site e para manter clientes e prospectos informados. Mas, comece devagar. Nada de criar contas e páginas em todas as redes sociais. Nesse início, escolha uma ou duas, no máximo. Faça uma pesquisa rápida: onde está seu público-alvo? No Facebook? Twitter? Se as imagens forem seu ponto forte, que tal o Instagram ou Pinterest?

Agora espalhe a notícia ao mundo, peça a parceiros que publiquem a novidade e conte com sua rede de relacionamento para angariar seguidores. Peça para que clientes avaliem sua empresa. Preencha informações como nome, endereço e telefone, informe horário de funcionamento e indique seu site. Lembre-se que esse é mais um canal de comunicação e, novamente, a empresa precisa ser ágil nas respostas — por isso é chamado de SAC 2.0. O Facebook, por exemplo, avalia a rapidez com que a empresa responde a seus clientes.

Estabeleça uma frequência de postagens e alimente a sua audiência com conteúdo interessante. Ah, nada de só postar textos sobre a sua empresa, ok? É muito chato falar só da gente mesmo, não é? Olhe ao redor e fale também sobre assuntos correlatos como decoração, documentação, financiamento e outros temas que podem interessar seu público e atrair clientes.

A Marques Construtora, por exemplo, divulga em sua página no Facebook, o link para seus clientes acompanharem o andamento da obra. Já a MPD Engenharia dá dicas de decoração e até de como fazer a mudança com seu pet.

Essas dicas simples geram uma reação em cadeia: a rotina de posts bacanas gera mais engajamento, que gera mais tráfego para seu site, que gera mais interessados em sua empresa, que gera mais negócios. Nada mal, hein?

3. Produza conteúdo de qualidade para atrair seu público-alvo

O conteúdo funciona como a porta de entrada para seu negócio. Por meio de textos interessantes, bem escritos, com informação útil, sua empresa vai atrair e reter clientes e gerar receita. Investir em marketing de conteúdo é uma estratégia até 62% mais barata e três vezes mais efetiva do que os meios de marketing tradicionais, segundo informações do site Demand Metric. Você pode desenvolver uma série de conteúdos, além dos próprios artigos, como e-books, demonstrações de serviços e produtos, cases de sucesso e inovação, planilhas, entre outros.

Por meio de conteúdo, sua empresa melhora o relacionamento com os clientes, aumenta o engajamento com a marca, melhora sua visibilidade on-line, ganha seguidores, torna-se referência ao nutrir seus leitores com informação de qualidade, aumenta as vendas e fecha o ciclo ao trabalhar também a comunicação pós-venda.

A Precon Engenharia mantém um blog atualizado, com textos diversificados e até um guia sobre como funciona o Minha Casa, Minha Vida — um belo exemplo de como usar conteúdo para ajudar pessoas. Cada artigo publicado deve ser pensado para um objetivo e com uma palavra-chave bem definida, para melhorar seus resultados em SEO, quer dizer, na busca orgânica do Google. Os textos do blog também podem ser publicados nas redes sociais, com chamadas criativas, afinal, elas são ótimos canais para divulgar seu conteúdo e, claro, atrair tráfego para o seu site.

Se o cliente sentir que recebeu ajuda para resolver seus problemas por meio do seu conteúdo distribuído gratuitamente, vai se sentir mais seguro para avançar no processo de compra e, finalmente, fechar negócio com a sua empresa.

4. Capte os e-mails dos leitores do seu conteúdo

Agora que você já tem o seu site e produz conteúdo de qualidade, é hora de ficar ainda mais próximo de seus clientes e prospectos. Convide seu público a se inscrever para receber por e-mail as novidades publicadas por você em seu site ou blog. Esse relacionamento garante mais proximidade e aumenta as chances de que esse leitor se torne um cliente.

Como? A grande dica aqui é oferecer algo em troca, desde descontos a e-books. O cliente fica feliz por ter recebido algo de valor sem custo e você ganha uma linha direta com ele para falar sobre a sua empresa.

A Víncere Construtora, de Curitiba, é um exemplo de sucesso no uso dessa ferramenta, por vender um apartamento via e-mail marketing. A grande sacada foi reativar o mailing antigo e capturar novos interessados. A taxa de abertura dos e-mails foi de 24% e houve 10% de reaproveitamento de leads perdidos.

Esse caso comprova a eficácia do e-mail como estratégia de marketing na construção civil.

5. Comunicar-se com sua base de assinantes com regularidade

Você viu que o e-mail é uma ferramenta poderosa de marketing na construção civil. Depois de conseguir uma boa base de assinantes, é hora de planejar os conteúdos e pensar na sequência de envios.

Faça envios periódicos, ao menos uma vez por mês, para manter sua base sempre ativada. Pense em newsletter temáticas: uma pode ser sobre dicas para decorar a casa nova, com as tendências em acabamentos. Outra pode ser um guia para seu cliente realizar o sonho da casa própria. Outro pode ser somente sobre os descontos em unidades residenciais… enfim, as possibilidades são infinitas.

A frequência dos envios deve ser planejada de acordo com fatores como tamanho de sua base de assinantes e taxa de abertura dos e-mails. Por isso, muito cuidado para não encher a caixa de e-mails de seus clientes com mensagens sem sentido, ok? A ida para a caixa de spam pode ser não ter volta.

6. Fazer parcerias de marketing com empresas maiores e não-concorrentes

A união faz a força, garante o dizer popular. E a intenção de estratégias como o co-marketing, ou marketing compartilhado, é justamente fazer mais com menos. A ideia aqui é que empresas com o mesmo público-alvo e com serviços complementares se tornem parceiras para criar impacto no mercado.

Toda essa colaboração pode deixar os mais desconfiados de cabelo em pé, tendo pesadelos com a concorrência. Mas, acredite, quanto mais empresas com ofertas similares fizerem esforços para educar o mercado e gerar demanda, maior será a fatia a ser dividida entre os envolvidos.

O segredo para esse plano funcionar é escolher bem o parceiro, entender exatamente o papel de cada um no processo e expor com clareza os objetivos da ação. Em épocas de dificuldades no mercado da construção civil, ter companhia pode fazer a diferença para o sucesso do seu negócio.

E então, qual dessas ações de marketing na construção civil vai dar início a um novo momento da sua empresa? Conte para a gente aqui nos comentários!

Veja também: 5 e-books grátis sobre engenharia e construção civil para baixar agora.