Arranha-céu de madeira nos EUA, índices do IBGE, centro de inovação em construção civil e muito mais: confira as principais notícias da semana e fique por dentro das novidades na construção civil.

IBGE: Serviços e investimentos na construção civil caíram 16,5% em 2015

O setor da construção encolheu 16,5% em 2015, de acordo com a pesquisa divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A atividade realizou incorporações, obras e serviços que somaram R$ 354,4 bilhões. Em 2015, havia 131,5 mil empresas em atividade no setor, empregando 2,4 milhões de pessoas. O valor é 17% menor que em 2014 (2,9 milhões de pessoas).

De maneira geral, o Produto Interno Bruto (PIB) caiu 3,8% em 2015 – a maior retração desde 1996.

Trabalhadores da construção civil têm 4% de reajuste salarial

Os trabalhadores do setor da construção civil no Espírito Santo conquistaram um reajuste de 4% relativo à base da categoria. O reajuste será aplicado sobre o valor dos salários praticados em novembro de 2016 para os trabalhadores que recebem até R$3.120,00. Os trabalhadores com salários maiores que esse valor terão um acréscimo de R$124,80.

Brasil terá centro de inovação na construção civil em parceria com o Reino Unido

A UNB (Universidade de Brasília) será a sede do Parque de Inovação e Sustentabilidade do Ambiente Construído (Pisac). O local terá como missão o desenvolvimento de produtos e processos inovadores na área da construção civil, que contribuam para a sustentabilidade ambiental e econômica dos empreendimentos.

Está gostando deste artigo?

Assine nossa newsletter e receba conteúdos como esse direto no seu e-mail

O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações já investiu R$8 milhões na fase inicial do projeto, que ainda está sendo debatido com os britânicos do Building Research Establishment (BRE). O projeto é coordenado pelo Laboratório do Ambiente Construído, Inclusão e Sustentabilidade (Lacis) da UnB e pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC). Ao todo, mais de 340 profissionais já estão envolvidos com o desenvolvimentos de protótipos para o projeto, que ainda não tem previsão de construção.

Em Maceió, 200 mulheres recebem qualificação profissional para a construção civil

O Projeto Construindo com Mulheres, em parceria com a Prefeitura de Maceió, ajudada a oferecer preparação profissional na construção civil a  mulheres em situação de vulnerabilidade social. A iniciativa ainda busca oferecer retorno para a sociedade, garantindo a reforma e a construção de novos ambientes em escolas municipais da cidade. Atualmente, 200 mulheres estão finalizando o curso de Pintura de Obra, saindo do projeto prontas para o mercado de trabalho.

O primeiro arranha-céu de madeira dos Estados Unidos tem sua construção aprovada

O projeto para um arranha-céu feito inteiramente de madeira foi aprovado para construção em Portland, nos Estados Unidos. O edifício, batizado de Framework, terá 12 andares e será construído a partir de madeira laminada cruzada e será a estrutura de madeira mais alta no país.

O projeto fornecerá habitação a preços acessíveis para cidadãos que ganham abaixo de 60% da renda familiar média da área. O arranha-céu terá em torno de 43 metros de altura, e o material de construção primário será madeira laminada cruzada (CLT), formando painéis com maior resistência, estabilidade e rigidez do que os métodos tradicionais de construção com madeira, podendo ser usado até como alternativa ao concreto e ao aço.

O edifício Framework deve ter sua construção concluída até dezembro de 2017.

 

Confira também o post mais acessado da semana no Blog Construct5 dicas práticas para aumentar a produtividade nas empresas de construção civil