Projetos profissionalizantes, índices do setor e uma inovação tecnológica para o resfriamento de edifícios: confira as principais notícias da semana e fique em dia com as novidades na construção civil.

Película para telhados substitui o ar condicionado com zero consumo de energia

Dois pesquisadores da Universidade de Colorado, nos EUA, desenvolveram uma película capaz de diminuir a temperatura de edifícios e ambientes sem a necessidade de energia elétrica ou gás.

A película transparente é feita de polimetilpentano e capaz de filtrar os raios solares – inclusive os raios UV. Revestido com prata em um dos lados, o material é transformado em lâminas com espessura de 50 milionésimos de metro. Quando colocada sobre o telhado, a prata é capaz de refletir a luz solar e impedir que o ambiente aqueça, além de enviar para a atmosfera o calor interno do ambiente. De acordo com os pesquisadores, apenas 20 m² do filme são necessários para manter a temperatura de uma casa em 20°C em um dia em que os termômetros do lado de fora marcam 37°C.

FIEG e PUC lançam projeto para área da construção civil em Goiás

A Federação das Indústrias do Estado de Goiás (FIEG) e a Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-GO), acabam de lançar o Projeto Aprimore, com o objetivo de investir na formação profissional de jovens nas áreas de engenharia e construção civil.

Está gostando deste artigo?

Assine nossa newsletter e receba conteúdos como esse direto no seu e-mail

O foco será a criação de mais vagas de estágio para que os estudantes realizem atividades práticas em empresas com diversas áreas de atuação dentro da indústria, além de promover pesquisas voltadas para a inovação e tecnologia.

Construção civil tem queda mais expressiva em setembro, segundo CNI

De acordo com uma pesquisa feita pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), o índice de atividade da construção civil caiu para 46,4 pontos em setembro, contra 46,7 pontos registrados no mês de agosto.

Já em relação ao número de empregados, o índice foi de 45,2 pontos em setembro, enquanto agosto havia registrado 45,8 pontos. Apesar da variação pequena, os índices revelam um pequeno desaquecimento no setor da construção nos últimos meses de 2017.

Operação da Receita Federal caça obras de construção civil irregulares

A Receita Federal de São Paulo iniciou uma operação com foco na regularização de obras na região de Santos. Até o final do ano, a expectativa é que a operação arrecade R$10 milhões de obras irregulares em atividade.

O principal objetivo é a regularização fiscal de proprietários de imóveis de alto padrão, localizados em condomínios de luxo e em loteamentos fechados. Até o momento, já foram notificados 800 proprietários.

Sondagem Industrial aponta melhora no setor da construção e desaquecimento no setor industrial

A Federação das Indústrias do Estado do Tocantins (FIETO) divulgou o resultado da sondagem feita no estado durante o 3º trimestre de 2017. A Sondagem Industrial indicou que itens como a Evolução da Produção e o Número de Empregados ficaram abaixo dos 50 pontos, além da Utilização da Capacidade Instalada (UCI), que caiu de 66% para 62%. O principal obstáculo para o registro de índices positivos foram a alta carga tributária, a competição desleal e a falta ou alto custo da energia para as operações.

Já na Sondagem da Construção, os resultados foram um pouco mais otimistas. o nível de atividade aumentou 5 pontos em relação ao trimestre anterior, enquanto a Utilização da Capacidade de Operação (UCP) aumento impressionantes 23 pontos.

 

Leia também: Aplicativos de construção civil: 5 motivos para utilizar