Oportunidades de trabalho, índices do setor e até uma casa construída com isopor: confira as principais notícias da semana e fique em dia com as novidades no mercado da construção civil:

Trabalhadores da construção civil apostam em design e acabamento após redução das grandes obras

A cidade de Campo Grande (MS) será sede da Escola Senai da Construção, que deve ser inaugurada nesta quinta-feira (27/07). A estrutura da nova unidade será voltada exclusivamente para a qualificação profissional.

Um dos principais objetivos da Escola é preencher lacunas que sejam empecilhos para o desenvolvimento de Mato Grosso do Sul a partir da construção civil – principalmente no que diz respeito à mão de obra qualificada. A unidade contará com cursos em diversos níveis e modalidades, passando por cursos de aprendizagem, superiores, além de assistências e consultorias às indústrias do estado.

Divulgada a primeira pesquisa sobre o mercado SaaS no Brasil

Foi divulgada a primeira pesquisa sobre o mercado de empresas do tipo SaaS (Software-as-a-Service) – ou seja, empresas que fornecem tecnologia e soluções para outras empresas. O levantamento descobriu que São Paulo é a capital SaaS do Brasil (com 47,8% das empresas), seguida por Santa Catarina e Minas Gerais. Com sede em Belo Horizonte, a Construct fez parte da pesquisa e dos dados coletados, que descobriram também que 60% das Startups SaaS brasileiras geram retorno financeiro depois de apenas 6 meses. Leia a pesquisa completa.

No ABC Paulista, Construção Civil demite dez operários por dia

A construção civil da região do Grande ABC extinguiu 3.691 postos de trabalho com carteira assinada nos últimos 12 meses. Isso equivale a cerca de 10 demissões por dia, com um total de 40.643 operários empregados até o início de junho de 2017.

Está gostando deste artigo?

Assine nossa newsletter e receba conteúdos como esse direto no seu e-mail

Cartão-reforma vai beneficiar 170 mil pessoas até o fim de 2018

Com o benefício do Cartão Reforma, o Governo Federal estima que cerca de 170 mil famílias possam reformar, ampliar e concluir as obras em suas moradias até o final de 2018. Para participar do programa, os beneficiários devem fazer parte de famílias com renda mensal de até R$ 2.811, e não será necessário devolver o valor ao governo.

O Ministério das Cidades definiu que, para ampliação de residências com mais de três moradores, o benefício repassado será de R$ 8.048,18. Para esgotamento sanitário, o valor será de R$ 1.645,88 no máximo. Para a construção de banheiro exclusivo, o valor será de R$ 5.009,84. Confira todos os detalhes do Cartão-Reforma aqui.

Sinduscon-PR, FAE e Senai lançam curso superior de Engenharia Civil

O Sinduscon do Paraná, o Senai e o a FAE Centro Universitário se uniram para lançar um curso superior em Engenharia Civil no estado. A iniciativa inédita tem como objetivo oferecer um ensino totalmente voltado para o mercado de trabalho, com uma estrutura de laboratórios, projetos, inovação tecnológica e uma rede de empresas conveniadas do setor, por onde os alunos poderão vivenciar na prática os desafios reais da construção civil.

Japão constrói casas de isopor resistentes a terremotos

japan dome house

A empresa Japan Dome House está produzindo casas feitas de isopor – e a procura por elas tem sido surpreendentemente alta. Em um terremoto em abril de 2016, por exemplo, um complexo residencial com 480 casas construídas pela Japan Dome House não sofreu nenhum dano, enquanto regiões próximas foram totalmente destruídas.

O isopor usado na fabricação dessas casas é mais rígido e resistente do que o convencional. Uma casa de isopor pode ser montada em apenas uma semana a partir de peças modulares, e o preço equivale a cerca de 226 mil reais. Como o isopor não sofre degradação com o tempo, as moradias são extremamente duráveis, além de resistentes aos abalos sísmicos que frequentemente atingem o território japonês.

 

Leia também o post mais acessado da semana no Blog Construct: 9 materiais sustentáveis para a construção civil