Todos os meses, a equipe Construct se reúne para compartilhar conhecimento e indicações de leitura. Ficção científica, engenharia, visão estratégica e até poesia: confira o que estamos lendo neste mês de maio e fique à vontade para também sugerir livros e artigos para a gente 🙂

A concepção estrutural e a arquitetura | Yopanan Rebello

“O livro proporciona uma navegação na área das estruturas, pois o autor utiliza de habilidades didáticas para possibilitar novas formas de análise. Há uma permanente preocupação em estabelecer a correlação entre questões arquitetônicas e estruturais, dessa forma a matéria é baseada na observação e investigação dos fenômenos físicos, sistemas estruturais básicos ligados aos materiais, associação dos sistemas estruturais, sistemas de suporte de vedação e critérios práticos de lançamento de vigas e pilares.

Durante a leitura é perceptível a preocupação com o modo de ensino de estrutura, já que o livro aborda uma grande variedade de ilustrações a partir de desenhos para o entendimento do assunto abordado. O livro contribui bastante para o ensino das estruturas, seja para estudantes ou para profissionais que já atuam na área.”
Eriel Lourenço, Analista de Sucesso do Cliente

Strategic Practices: An Activity Theory Perspective on Continuity and Change

A britânica Paula Jarzabkowski pesquisou, durante quase uma década, como funcionava a estratégia administrativa de três faculdades de excelência no Reino Unido. Como qualquer artigo científico, o texto é bastante denso e tem conceitos bem específicos para quem estuda administração de empresas. A mensagem mais importante para mim é a de que não existe uma estratégia certa para tornar a sua empresa bem sucedida. Não existe uma receita de bolo a ser seguida, e copiar estratégias de empresas semelhantes à sua não é garantia de sucesso e ainda pode arruinar o seu negócio.

Outra conclusão marcante para mim foi: acreditar que ter um planejamento estratégico e comunicá-lo à sua equipe é o bastante para que ele seja seguido é loucura. São muitos os fatores que diferem o planejamento estratégico da prática estratégica, e eles são extremamente diferentes para cada empresa, mesmo que elas estejam atuando no mesmo setor.

Está gostando deste artigo?

Assine nossa newsletter e receba conteúdos como esse direto no seu e-mail

Essa leitura traz clareza ao entendimento de onde o nosso produto se encaixa e como ele pode facilitar o trabalho dos nossos clientes. Não existe caminho rápido para o sucesso. Mas estudamos e trabalhamos para encurtá-lo.
Júlia Araújo, Especialista em Conversão

O Imperador das Lâminas | Brian Staveley

“O livro é uma ficção que mostra a vida dos 3 filhos de um imperador recém assassinado, narrando as escolhas que precisa fazer – em especial o primogênito – para chegar ao trono. O melhor ponto do livro é que ele nos inspira a não tentarmos ser iguais aos outros; devemos sempre traçar o nosso próprio caminho. Este é apenas o primeiro livro de uma trilogia, por isso, ainda há muita coisa para acontecer nessa história!”
Rafael Lima, estagiário de Desenvolvimento Web

Outros jeitos de usar a boca | Rupi Kaur

Quando me refiro rapidamente a este livro digo que é um livro de poesias feministas. Não que seja sobre feminismo em si, mas pela forma como retrata situações, dores do amor, da perda, de abusos, de recuperação e sobrevivência, tudo pelo ponto de vista de uma mulher em particular mas, ao mesmo tempo, de forma tão universal. Logo em seguida, acrescento o comentário: “um soco no estômago a cada página”. Fiquei curiosa para ler depois de assistir a um vídeo da Jout Jout sobre ele. Depois descobri que a publicação já era um fenômeno. Foi publicado inicialmente de forma independente pela própria Rupi Kaur, poeta, artista plástica e performer canadense nascida na Índia. Só nos Estados Unidos, a autora já vendeu mais de 1 milhão de cópias.

Os poemas são divididos em 4 fases da vida da autora: o amor, a dor, a ruptura e a cura. Forte e delicado ao mesmo tempo. Recomendadíssimo.
Luciene Antunes, Diretora de Marketing

Norwegian Wood | Haruki Murakami

“O livro conta a história de um universitário japonês que começa a se relacionar com a ex-namorada do seu melhor amigo que morreu. Gostei porque deu para ter uma visão diferente do Japão. Imaginamos que eles são totalmente diferentes da gente, mas na realidade a vida cotidiana deles é bem parecida com a nossa – acho que principalmente com a minha, já que também sou universitário como o protagonista da história. Também gostei porque o personagem principal gosta muito de ler livros clássicos e sempre cita vários, então dá para pegar muita dicas de livros bastante interessantes.”
Fábio Dayrell, estagiário de Desenvolvimento

Procurando mais indicações de leitura? Confira nosso post sobre o que estamos lendo de Abril.