As megaconstruções são uma das obsessões da humanidade desde a construção dos templos gregos, das pirâmides do Egito e da Muralha da China. A série Megaconstruções, do Discovery Channel, disseca cada uma dessas obras e faz a gente mergulhar no universo de cada uma delas. Algumas chegam a envolver 20 mil trabalhadores e investimentos de até 230 bilhões de dólares.

Listamos aqui os cinco documentários mais legais da série de Megaconstruções para você curtir. Todos estão dublados em português 🙂

1. Um túnel que liga Nova York a Londres

Imagine alguém em Nova York dizendo: “Olha, vou ali pegar um táxi para Londres”. Parece impensável, mas a ideia um túnel transatlântico foi sugerida pela primeira vez ainda em 1888 por Michel Verne, filho do famoso escritor de ficção-científica Julio Verne. Vantagens não faltam: a viagem se tornaria mais rápida, confortável e ecológica graças ao uso de eletricidade em vez de combustível de avião.

Algumas propostas incluem túneis que passariam mais de 40 metros abaixo do nível do mar e trens que atingissem 8 mil quilômetros por hora. A maior barreira, naturalmente, é o custo altíssimo da obra, que poderia chegar a 175 bilhões de dólares, e as próprias limitações dos materiais disponíveis. Túneis longos e caros, em geral, costumam dar prejuízo.

A segunda opção tem mais cara de Jetsons. Uma plataforma sobre o mar conduziria trens em altíssima velocidade ? eles levariam 18 minutos até a velocidade máxima e o mesmo tempo no fim até parar. Como a desaceleração traria desconforto aos passageiros, já foi proposto que os assentos girassem para trás no meio da viagem.

Está gostando deste artigo?

Assine nossa newsletter e receba conteúdos como esse direto no seu e-mail

Veja aqui o episódio dublado de Megaconstruções: o Túnel Transatlântico.

2. O novo Canal do Panamá

A construção do Canal do Panamá, inaugurado em 1904, foi um dos marcos da engenharia civil. Foi tudo tão difícil que a França, inicialmente encarregada da obra, desistiu de tudo antes de terminar ? milhares de trabalhadores haviam morrido de febre amarela durante a empreitada.
Foram os Estados Unidos que concluíram o projeto e administraram o canal até 1977, quando o controle passou para o Panamá. São 77 quilômetros ligando o Oceano Pacífico ao Atlântico. Agora, a expansão, inaugurada em junho de 2016, permite o tráfego de navios para até 12.600 containers – o triplo do que cabia antes.

O custo total deve ficar em torno de 5,3 bilhões de dólares. A ideia original era inaugurar a obra em 2014, quando o canal faria 100 anos, mas um atraso de dois anos arruinou tudo.

Veja o episódio dublado de Megaconstruções: O Novo Canal do Panamá

3. O aeroporto internacional de Hong Kong

Por que um aeroporto está na lista de megaconstruções? Bem, pense em levantar do zero, em apenas sete anos, um dos aeroportos com maior demanda do mundo. Esse foi o desafio dos engenheiros responsáveis pelo novo aeroporto internacional de Hong Kong, o Chep Lap Kok.

Veja 27 obras incríveis que marcaram a história dos Jogos Olímpicos

O desafio era terminar a obra antes de que Hong Kong passasse de volta às mãos da China. Na época, a pequena cidade-país pertencia ao Reino Unido. Com uma área de 515 mil metros quadrados, a construção chegou a empregar 20 mil trabalhadores no auge. O custo da obra foi de cerca de 20 bilhões de dólares.

Atualmente, o aeroporto é o número um do mundo em frete aéreo (o segundo lugar é o de Memphis, nos Estados Unidos).

Veja o episódio dublado de Megaconstruções: o Aeroporto Internacional de Hong Kong

4. Túnel sob os Alpes suíços

As paisagens dos sonhos dos Alpes suíços não são feitas só de vaquinhas e pastos verdes. Para cruzar o país encravado no meio da Europa, os carros enfrentam longos congestionamentos e os trens trafegam em capacidade máxima, que acabam com todo o bucolismo ao redor.

Por isso, em 1998 a população suíça votou pela construção de um túnel de 11 bilhões de dólares sob as montanhas mais famosas do mundo, que foi inaugurado em junho de 2016. É o mais longo do mundo, com 57 quilômetros, e também o mais profundo sob montanhas ? 2,3 mil metros.

Para construí-lo, foi necessária uma broca do tamanho de um prédio de três andares e mais longa que quatro estádios de futebol, que trabalhou o dia inteiro durante seis anos.

Veja o episódio dublado de Megaconstruções: túnel sob os alpes suíços.

5. Projeto Constelação, da Nasa

Há décadas a humanidade espera o retorno à Lua. Finalmente, nos anos 2000, a Nasa voltou-se à ideia de constituir uma base permanente no satélite, com seres humanos aptos a explorá-lo por meses. Além disso, o Projeto Constelação, como foi batizado, conduziria os seres humanos até o planeta Marte.

O custo total previsto seria de 230 bilhões de dólares, ou seja, mais ou menos o PIB de Portugal. O foguete Ares V, parte do projeto, pesaria quatro milhões de quilos e mediria 116 metros de comprimento.

O projeto foi cancelado pelo presidente Barack Obama em 2010.

Veja o episódio dublado de Megaconstruções: Projeto Constelação, da Nasa.