Em maio, quando faltavam 80 dias para o início dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, o Blog Construct publicou a lista 6 obras para as Olimpíadas 2016 que ainda não estão prontas. A maioria das construções inacabadas faziam parte do Parque Olímpico, localizado na região da Barra da Tijuca. Próximo ao Parque, está a Vila dos Atletas, complexo com 31 prédios, mais de 10 mil quartos e capacidade para receber 18 mil pessoas. Na época do nosso primeiro levantamento, as obras estavam 97% concluídas, ou seja, em fase de acabamento. Com custo total estimado em R$ 2,9 bilhões, a Vila dos Atletas foi aberta oficialmente no último domingo, dia 24 de julho. Porém, como têm comprovado as primeiras delegações de atletas que já chegaram ao Rio de Janeiro, o projeto está bastante aquém das expectativas.

A apenas 10 dias do início dos jogos, o site oficial da prefeitura do Rio informa que a obra foi 100% concluída, mas as primeiras delegações que já estiveram no local discordam. A delegação australiana foi a primeira a conhecer o espaço e reprovou as instalações. Afirmaram também que a Vila não é segura. Segundo os membros da equipe, há problemas com o fornecimento de água, gás e eletricidade, além de muita sujeira. A delegação buscou um hotel próximo para se hospedar, enquanto as melhorias fossem realizadas na Vila Olímpica. O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, chegou a fazer piada com a estadia dos australianos, afirmando que pretende até colocar cangurus na porta para que eles se sintam em casa.

Na segunda-feira (25), o comitê argentino também criticou as condições da Vila Olímpica. Dos cinco andares reservados para os hermanos, dois se encontravam em situação “inabitável”, como afirmaram. Os problemas são basicamente os mesmos que a Austrália enfrentou assim que chegaram. A delegação alugou apartamentos próximos à Vila Olímpica e só retornarão depois que a situação for resolvida. A delegação da Suécia fez as mesmas reclamações na madrugada de terça-feira, assim que chegaram ao local e também decidiram se hospedar em hotéis, por enquanto.

Itália, Estados Unidos e Holanda viram a necessidade de contratar pedreiros, eletricistas e encanadores para finalizar as acomodações e garantir seus atletas pudessem se instalar em condições “normais”. O serviço foi pago pelas próprias delegações. Os atletas norte-americanos foram para um hotel próximo para que os serviços fossem concluídos na Vila dos Atletas. A delegação brasileira reclamou da sujeira dos quartos e tiveram que ser remanejados para outros dormitórios.

A organização dos Jogos Olímpicos do Rio 2016 afirmou que a Vila Olímpica estará impecável até quinta-feira. Já nessa manhã de terça-feira, mais de 600 funcionários estavam trabalhando para deixar tudo pronto para os atletas. No domingo, a prefeita da Vila, Janeth Arcain, afirmou que todos os problemas seriam resolvidos em até no máximo 48 horas.

Está gostando deste artigo?

Assine nossa newsletter e receba conteúdos como esse direto no seu e-mail

Dos 31 prédios que fazem parte da Vila dos Atletas, 21 deles foram revisadas pelos profissionais. Os 10 prédios restantes terão sua vistoria e reparos prontos até quinta-feira (28).